MPF apura denúncias de fraude em cotas raciais na Ufac

MPF apura denúncias de fraude em cotas raciais na Ufac


Universidade recebeu prazo para prestar esclarecimentos

Um procedimento administrativo foi instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) para apurar possíveis fraudes no acesso de alunos por meio do sistema de cotas na Universidade Federal do Acre (Ufac).

A medida foi tomada pelo procurador da República Lucas Costa Almeida Dias após várias denúncias se tornarem de conhecimento público que indicam a possível ocorrência de fraude.

O MPF expediu ofício à Ufac requisitando informações sobre candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas e que, segundo veiculado em redes sociais, supostamente não atendam a esse parâmetro.

A Universidade também deve relatar ao MPF qual o procedimento tomado em relação às supostas fraudes que se dão no âmbito de ingresso na instituição.

Após a resposta da Ufac, o MPF estudará as medidas a serem tomadas no caso.

Leonildo Rosas

Related Posts

Direção do Deracre comete improbidade administrativa em contrato financiado com recurso da União

Direção do Deracre comete improbidade administrativa em contrato financiado com recurso da União

Sem obras, governo faz nova adesão milionária com a empresa PAS para fazer projetos

Sem obras, governo faz nova adesão milionária com a empresa PAS para fazer projetos

Afastado do Iapen, secretário municipal da Zeladoria está na lista para ser vacinado contra Covid-19

Afastado do Iapen, secretário municipal da Zeladoria está na lista para ser vacinado contra Covid-19

MPF instaura inquérito para acompanhar regularidade das obras do “Hospital de Campanha Covid” feito por primo de Gladson em Cruzeiro do Sul

MPF instaura inquérito para acompanhar regularidade das obras do “Hospital de Campanha Covid” feito por primo de Gladson em Cruzeiro do Sul

No Comment

Deixe uma resposta