MPAC instaura inquérito civil para apurar fraudes em merenda escolar

MPAC instaura inquérito civil para apurar fraudes em merenda escolar

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) converteu, nesta segunda-feira (27), em inquérito civil o procedimento extrajudicial notícia de fato nº 01.2020.00000641-3, com a finalidade de aprofundar a investigação de fraudes na entrega e qualidade da merenda escolar da rede estadual de ensino.

O procedimento administrativo foi aberto por portaria assinada pela promotora de Justiça Myrna Mendoza, titular da 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público, Fiscalização das Fundações e Entidades de Interesse Social.

A promotora leva em conta auditoria conduzida pela Controladoria-Geral do Estado, que apurou que mais de 19 milhões de reais disponibilizados aos fornecedores, no período de novembro e dezembro de 2019, não tiveram a devida destinação, visto que não houve a efetiva entrega dos itens, mesmo com respectivas notas fiscais atestando.

Além disso, a auditoria apontou que o quantitativo de alimentos, inseridos nas guias de distribuição e recibo, não refletia a quantidade real que chegava às escolas, acarretando a falta de itens, bem como a qualidade dos produtos era inferior aos que constam nos contratos pactuados entre o Estado e as empresas fornecedoras de alimentos.

Na portaria, a promotora determina a expedição de ofícios à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes e à Controladoria-Geral do Estado, além da expedição de notificações ao controlador-geral do estado, à equipe técnica responsável pela auditoria, ao secretário e gestores da Secretaria de Estado de Educação para prestarem depoimento.

Jaidesson Peres- Agência de Notícias do MPAC

Leonildo Rosas

Related Posts

Sacolões do governo entregues aos alunos da rede pública estão superfaturados em cerca de 50%

Sacolões do governo entregues aos alunos da rede pública estão superfaturados em cerca de 50%

Governo faz licitação de material gráfico que pode aglomerar mais de 20 empresários em uma pequena sala

Governo faz licitação de material gráfico que pode aglomerar mais de 20 empresários em uma pequena sala

Secretaria de Educação paga mais de R$ 10 milhões à empresa de informática um dia após a assinatura do contrato

Secretaria de Educação paga mais de R$ 10 milhões à empresa de informática um dia após a assinatura do contrato

Sindmed-AC denuncia excesso de burocracia do governo para impedir o pedido de direitos trabalhistas

Sindmed-AC denuncia excesso de burocracia do governo para impedir o pedido de direitos trabalhistas

No Comment

Deixe uma resposta

Beco Sem Saída

Não foi fornecido um URL válido.

Publicidade

Publicidade