Membros do Ministério Público de Contas defendem a nomeação de Maria de Jesus como conselheira do TCE

Membros do Ministério Público de Contas defendem a nomeação de Maria de Jesus como conselheira do TCE

Os quatro procuradores do Ministério Público de Contas resolveram se pronunciar sobre o preenchimento da vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), que ficou vaga após o falecimento do conselheiro José Augusto Araújo de Faria, ocorrida no dia 12 de julho.

O preenchimento da vaga seria da auditora Maria de Jesus Carvalho de Souza, mas foi criada uma polêmica por ela ter completado 65 anos de idade.

A direção do TCE enviou o nome para ser aprovado na Assembleia Legislativa é nomeado pelo governador Gladson Cameli.

O Ministério Público do Estado recomenda que a nomeação não ocorra.

Em nota, o Ministério Público de Contas defende a nomeação, conforme determina a Constituição da República.

Veja a nota:

Nota Pública

Leonildo Rosas

Related Posts

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

No Comment

Deixe uma resposta