Mais de 50% da população ocupada no Acre está na informalidade

Estado tem a quinta taxa de desocupação do Brasil

O estado que seria aberto ao desenvolvimento, segundo o governador Gladson Cameli, tropeça nas próprias pernas e atinge a economia.

A estagnação econômica do Acre e a falta de oportunidades na geração de empregos leva os trabalhadores ao trabalho informal.

Segundo dados publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), 50,2 da população ocupada do Acre está na informalidade.

É o décimo primeiro em relação aos demais estados brasileiros.

O desemprego subiu no quatro trimestre de 2019. Chegou a 13,6 da população, deixando o Acre na quarta posição em nível nacional.

Esse percentual revela que mais de 120 mil acreanos estão desempregados.

Os dados foram compilados pelo Observatório de Desenvolvimento do Acre, ligado à Federação das Indústrias (Fieac).

Deixe uma resposta

Next Post

Deputado Daniel Zen apresenta sugestões para Segurança do Acre

sex fev 14 , 2020
Assessoria Autor de várias proposições na área de cultura e educação, na Assembleia Legislativa do […]
%d blogueiros gostam disto: