Leo de Brito cobra medidas urgentes do governo federal para evitar apagão no Acre

Leo de Brito cobra medidas urgentes do governo federal para evitar apagão no Acre

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) protocolou nesta quarta-feira (25), requerimento junto à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, com pedido de informações ao Ministério de Minas e Energia, sobre anúncio do Ministro Bento Albuquerque de que o Acre pode sofrer apagão de energia elétrica, assim como aconteceu com o estado do Amapá.

A informação, noticiada por um site local dia 24 de novembro, revela que durante reunião ocorrida na semana passada entre representantes do governo do Acre com a Defesa Civil estadual e municipal, foi levantada a questão do apagão que acometeu o estado do Amapá, ocasião em que o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, alertou que o Acre pode sofrer blackout semelhante, caso não adote as medidas preventivas necessárias.

Consequências da privatização

O parlamentar destacou a gravidade da situação e enfatizou que o apagão pode ser um perigo ao Estado do Acre, que só dispõe de um único linhão de energia, sem nenhuma linha alternativa.

“Precisamos dar a devida atenção para esse problema, estamos sofrendo as consequências da privatização da Eletroacre, a qual fui contra e me posicionei diversas vezes no mandato anterior. Aumento de tarifa, demissões, falta de investimentos, paralização do Programa Luz para Todos, e a falta de um linhão para Cruzeiro do Sul, são apenas algumas dessas consequências”, disse Leo de Brito.

O deputado enfatizou que é urgente um posicionamento oficial do Ministério de Minas e Energia sobre quais providências preventivas serão adotadas para evitar que o Acre sofra com um “apagão” de energia elétrica como sofreu o Amapá.

“Nosso mandato está atento a essa questão, não vamos descansar enquanto não tivermos as devidas respostas, não podemos deixar acontecer com o Acre a tragédia que vive o Amapá”, finalizou o deputado.

Assessoria

Leonildo Rosas

Related Posts

Governador suspende o trabalho remoto de servidores a partir de segunda-feira

Governador suspende o trabalho remoto de servidores a partir de segunda-feira

Conversa com Jorge Viana: “Acredito que, para virar a página, é preciso primeiro ter feito a leitura”

Conversa com Jorge Viana: “Acredito que, para virar a página, é preciso primeiro ter feito a leitura”

Em vídeo que viralizou na internet, Gladson Cameli fala com quem não apita nada na Saúde e foi exonerado pelo próprio governador há quase um mês

Em vídeo que viralizou na internet, Gladson Cameli fala com quem não apita nada na Saúde e foi exonerado pelo próprio governador há quase um mês

Ministério Público pede extinção de Adin do CRM contra lei que permite contratação de médicos formados no exterior

Ministério Público pede extinção de Adin do CRM contra lei que permite contratação de médicos formados no exterior

No Comment

Deixe uma resposta