Laranja madura e bichada  contaminou as eleições no Acre

Laranja madura e bichada contaminou as eleições no Acre

O uso de candidatos laranja ainda está dando dor de cabeça em nível nacional.

Por aqui, muita gente vai se arrepender de ter chupado ou usado laranja durante a campanha eleitoral.

Está em curso uma investigação forte e profunda para verificar como os fundos eleitorais foram utilizados.

Vai pegar muitas gente com mandato.

Os laranjais são vastos. Gastos que não se justificam na quantidade de voto.

Esse é um assunto que ganhou proporção quando o PSL, partido do presidente da República, se mostrou ser um pomar.

Um ministro virou suco.

Logo foi detectado que partiu do Acre o voto mais caro do Brasil, com indícios que apontavam para o deputado federal Alan Rick.

Eu tenho em minhas mãos as relações das despesas e receitas dos candidatos.

Os investigadores também têm.

Se eu, que não sou perito em investigação, vi os absurdos.

Faço ideia os que os investigadores descobrirão.

Há risco de haver perda de mandatos.

Resta esperar o desenrolar dos fatos para ver quem irá virar bagaço.

Leonildo Rosas

Related Posts

Bandidos tentam furtar fiação do Palácio Rio Branco, que fica sem internet e energia

Bandidos tentam furtar fiação do Palácio Rio Branco, que fica sem internet e energia

Eterna promessa da política, Jeferson Barroso ganha cargo de chefe de departamento na Funtac

Eterna promessa da política, Jeferson Barroso ganha cargo de chefe de departamento na Funtac

SP: MPF solicita impedimento de doação de ponte no Rio Pardo para o Acre

SP: MPF solicita impedimento de doação de ponte no Rio Pardo para o Acre

Gladson corta cabelo envolvido na bandeira do Acre, desrespeita o símbolo do Estado e descumpre lei assinada pelo seu tio

Gladson corta cabelo envolvido na bandeira do Acre, desrespeita o símbolo do Estado e descumpre lei assinada pelo seu tio

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h