O juiz Erik da Fonseca Farhat cassou os diplomas e os mandatos do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, e do vice-prefeito Zequinha Lima, ambos do PP.

A sentença também tornam inelegíveis, por oito anos, os progressistas e o ex-prefeito Vagner Sales (MDB).

Pela decisão, Cruzeiro do Sul terá que eleger um novo prefeito.

Durante as eleições de 2016, os atingidos pela decisão judicial foram acusados de comprar candidatos do PSDB, partido que tinha Henrique Afonso como candidato a prefeito.

Robustas provas foram apresentadas, como gravações de áudios e vídeos.

Aliados que romperam ao longo dos anos, Ilderlei Cordeiro e Vagner Sales se juntam novamente agora na inelegibilidade.