“Jamais, no meu governo, irei permitir a imparcialidade”, afirma Cameli

Usar as palavras não é o forte do rapaz Cameli.

Criaram um roteiro e, quando ele foge, se embaralha todo, é atropelado pelo excesso de língua e pouco conhecimento sobre os temas.

Quem houve com atenção as suas entrevistas, logo percebe a dificuldade para conectar duas frases.

Hoje foi entrevistado por seus empregados no Sistema Público de Comunicação.

Numa suposta fraude comunicacional, disseram que abririam os telefones para Cameli responder perguntas dos ouvintes.

Qualquer conhecedor mínimo percebe que as perguntas foram previamente gravadas e selecionadas.

O programa estreou hoje, mas não vai demorar para ser objeto de questionamentos na Justiça.

É campanha política explícita.

Mesmo com todo script pronto, o rapaz cometeu ato falho, que revela a sua formação ditatorial, ao balbuciar essa frase:

“Jamais no meu governo irei permitir a imparcialidade, quero a democracia”.

Parcialidade não rima com democracia.

Deixe uma resposta

Next Post

Cameli chamou os médicos para a briga; ameaça chamar formados na Bolívia para trabalhar

sáb mar 23 , 2019
Há muito tempo, quando dois moleques queriam brigar, sempre tinha alguém para incentivar, dizendo: – […]
%d blogueiros gostam disto: