Instabilidade santa – Convênio com a Santa Juliana vence domingo; tem gente de olho na herança

Instabilidade santa – Convênio com a Santa Juliana vence domingo; tem gente de olho na herança

Quem procurar o Hospital Santa Juliana para atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a partir de segunda-feira, corre o risco de sair mais doente. Doença agravada pela frustração.

E não será pegadinha do dia da mentira.

Mantido há décadas, o convênio do governo do Estado com a Diocese, responsável pelo hospital, terá fim no domingo.

Avisado pelo bispo dom Joaquin Pertiñez, o governo parece não está dando a importância que a situação requer.

Mas o caso é grave.

Segundo fonte do Portal do Rosas, representantes do governo chegaram a oferecer uma redução de 25% nos custos do convênio. O que foi rechaçado pelos religiosos.

O Santa Juliana não é um equipamento de saúde qualquer. Além da tradição, tem importância fundamental no atendimento à população.

O hospital é responsável por cerca de 300 partos por mês, tem cinco leitos de UTI neonatal, cinco leitos de UTI adulto, bem como realiza as cirurgias cardíacas, cateterismo e marca-passo.

Mas, enquanto o impasse se agrava, há outros movimentos suspeitos.

Administrador da unidade privada chamada Prontoclinica, o ex-vereador Carlos Beiruth anunciou a implantação de UTI e maternidade na unidade.

Fonte do Portal do Rosas garante que o ex-vereador José Alex começou a adquirir equipamentos para instalar maternidade na Santa Casa de Misericórdia.

Beiruth e Alex são próximo ao governo. O segundo, inclusive, acabou de ser escolhido como um dos integrantes da Administradora da Zona de Processamento de Exportação.

O bispo e alguns padre também se aproximaram demais de Cameli na eleição. Deixaram de lado a neutralidade.

Beiruth e Alex caminham para ganhar. A Diocese para perder.

Há muito dinheiro envolvido na história.

Hugo Costa

Related Posts

Vice-governador do Acre diz que grupo político e empresários ligados ao governo patrocinam ataques contra ele

Vice-governador do Acre diz que grupo político e empresários ligados ao governo patrocinam ataques contra ele

Sem mandato e sem noção, filho de Marcio Bittar diz ter conseguido R$ 13 milhões para combate ao coronavírus

Sem mandato e sem noção, filho de Marcio Bittar diz ter conseguido R$ 13 milhões para combate ao coronavírus

Tião Fonseca, o “fazedor de água” de Mauri Sérgio assume o Depasa

Tião Fonseca, o “fazedor de água” de Mauri Sérgio assume o Depasa

Coronavírus faz Gladson Cameli bater recorde de permanência em solo acreano

Coronavírus faz Gladson Cameli bater recorde de permanência em solo acreano

No Comment

Deixe uma resposta

Beco Sem Saída

Publicidade

Publicidade