Governo Cameli recebe R$ 54 milhões a mais de FPE, comparado com fevereiro de 2019

Se há um governo que chora de barriga e cofre cheio, esse é o governo Gladson Cameli.

A cada mês fica clara uma afirmação de Cameli: “Dinheiro tem, o que falta é gestão”.

Esse Portal comprovou que a administração estadual virou o ano com R$ 340 milhões em caixa, de recursos próprios.

Some-se a esse valor outro R$ 1,3 bilhão deixado pela administração Tião Viana para investimentos em obras e Produçao.

Esta semana, o cofrinho de Cameli ficou ainda mais cheio. A primeira parcela do Fundo de Participação dos Estados (FPE) veio R$ 54 milhões a mais do que o mesmo período do ano passado.

Em fevereiro de 2019, na 1ª parcela, foram depositados R$ 196,4 milhões.

Em fevereiro deste ano o valor saltou para mais de R$ 236 milhões.

Com recurso de sobra, é inconcebível que o governo deixe de pagar fornecedores, prestadores de serviço e, principalmente, permita que falte medicamentos nos hospitais.

Gladson Cameli já é considerado o pior governador do Brasil. Ele conhece dinheiro, faz a política do Tio Patinhas, mas não sabe nada de gestão.

Deixe uma resposta

Next Post

Advogado Eduardo Ribeiro pede exoneração da Secretaria de Gestão da prefeitura de Rio Branco

ter fev 11 , 2020
Alegando motivos pessoais, como concluir mestrado, Eduardo Ribeiro pediu para deixar o cargo de secretário […]
%d blogueiros gostam disto: