Gladson Cameli volta a colocar trabalhadores da Saúde em xeque

Gladson Cameli volta a colocar trabalhadores da Saúde em xeque

Calado, o governador Gladson Cameli é um Carlos Drumond de Andrade.

Em entrevista que concedeu ao site da família da sua secretária de Comunicação, Cameli revelou que suspeita de irregularidades na folha de pagamento do Estado.

A afirmação pode muito bem ser para tirar de foco o fato de que ultrapassou, há muito tempo, o limite prudencial de gastos com pessoal determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Com a suposta auditoria, o governador talvez queira fugir do crime de responsabilidade, pois a sua reforma administrativa é ilegal.

Nula de pleno direito.

Mesmo com a folha inchada, o rapaz continua nomeando.

Mas é estranha essa suspeita de Cameli.

Ele acabou de alçar a responsável pelo controle da folha de pagamento ao posto de supersecretária.

Prima do deputado federal Flaviano Melo, a engenheira Maria Alice incorporou as secretarias de Administração e Planejamento, transformada em Seplag.

Agora vem, segundo a matéria no site, o motivo que levou o governador a suspeita de irregularidades na folha de pagamento: os valores pagos aos servidores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

“Nessa folha de pagamento tem um furo, com toda a certeza. Eu estou desconfiando de tudo”, declarou.

A folha da Saúde gira em torno de R$ 30 milhões/mês.

Tem sido constantes as declarações do rapaz sobre possíveis irregularidades na Saúde estadual.

Semana passada falou sobre a existência de um possível cartel.

Quem sabe a investigação na folha seja o passo para o desmonte do esquema.

Mas dificilmente os profissionais em Saúde ficarão quietos.

Os órgãos de controle continuam em silêncio, enquanto a população grita por falta de atendimento nos hospitais.

Leonildo Rosas

Related Posts

Alianças políticas para 2020 compõem verdadeiros sambas do criolo doido

Alianças políticas para 2020 compõem verdadeiros sambas do criolo doido

Contrato milionário do governo com empresa para gerenciar consignados vai parar na Justiça

Contrato milionário do governo com empresa para gerenciar consignados vai parar na Justiça

Decisão do pleno do STF pode garantir posse de Maria de Jesus Carvalho como conselheira do TCE

Decisão do pleno do STF pode garantir posse de Maria de Jesus Carvalho como conselheira do TCE

Derrotado, Gladson Cameli pede suspensão de atividades partidárias do Progressistas e não se filia no PSDB

Derrotado, Gladson Cameli pede suspensão de atividades partidárias do Progressistas e não se filia no PSDB

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h