Gladson Cameli não abriu mão do salário; ele recebeu o mês de abril normalmente

Gladson Cameli não abriu mão do salário; ele recebeu o mês de abril normalmente

Carregado de boçalidade, Gladson Cameli anunciou que abriria mão do seu salário superior a R$ 35 mil durante três meses.

Em vídeo veiculado em redes sociais também disse que orientou os secretários do governo a seguirem o seu exemplo.

“Meus amigos, nessa crise que estamos passando por causa do coronavírus todos precisamos dar o exemplo. Por isso, estou abrindo mão do meu salário pelos próximos três meses para compra de cestas básicas para as pessoas atingidas pela nossa baixa economia”, declarou.

Esse Portal foi ao Portal da Transparência do governo verificar se Cameli e os seus secretários fizeram o sacrifício de ficar sem proventos.

Foi comprovado o óbvio.

Todos os secretários e o governador receberam normalmente no mês de abril.

Caiu livre na conta de Cameli o valor de R$ 26.062,48.

Apressados podem dizer que o governador fará doação do salário. Doar é muito diferente de abrir mão, de não receber.

Dizem uma mão não dever ver o que a outra faz. Nesse caso, porém, Cameli tem o dever de apresentar as doações, inclusive mostrando documentos.

Ele é homem público que anunciou que deixará de receber mais de R$ 100 mil. O povo tem saber onde tanto dinheiro foi gasto.

Fica difícil, porém, acreditar em tanto desprendimento de um homem que, embora tenha casa em Cruzeiro do Sul, não abre mão de uma diária de pouco mais de R$ 600, quando vai à sua terra natal.

Leonildo Rosas

Related Posts

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

No Comment

Deixe uma resposta