fallback-image

Erramos – Alessandra Marques estava certa sobre Ageac; fato não isenta atual gestão de ato de improbidade

Erramos.

O Portal do Rosas errou ao abordar pronunciamento da promotora Alessandra Marques acerca da nomeação do diretor-presidente da Ageac.

Mencionamos apenas a existência de duas leis, uma de 2003 e outra de 2014.

Pesquisando, verificamos a existência de outra lei, a nº 1.969, de 4 de dezembro de 2007.

O diretor-presidente, portanto, exerceu o cargo irregularmente, como disse a promotora.

O fato, porém, não exime o atual governo de ato de improbidade administrativa.

Leonildo Rosas

Related Posts

A água do Depasa só enche as caixas da política

A água do Depasa só enche as caixas da política

Game over

Game over

Aviso a quem cobra imparcialidade deste Portal: eu tenho lado na história

Aviso a quem cobra imparcialidade deste Portal: eu tenho lado na história

Celso de Mello não deixa legado algum: foi decano de uma corte que permitiu o golpe e não julgou parcialidade de Moro

Celso de Mello não deixa legado algum: foi decano de uma corte que permitiu o golpe e não julgou parcialidade de Moro

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h