Edvaldo Magalhães propõe decreto legislativo para sustar efeitos do cartão Avancard, inserido pelo governo

Edvaldo Magalhães propõe decreto legislativo para sustar efeitos do cartão Avancard, inserido pelo governo

Assessoria

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) propôs a edição de um decreto legislativo para sustar o parágrafo único do Decreto 6.398, de 21 de julho deste ano, que permite a concessão de um cartão de crédito com percentual de 15% ao servidor público, além do previsto já em lei que é de 35% da margem consignável. O que compromete em 50% a renda dos servidores do Estado.

“O governo baixa um decreto, inventa um cartão de crédito com 5.5% ao mês de juros. A Assembleia Legislativa não pode ficar inerte a isso. São mais de R$ 50 milhões por mês. Sugiro a edição de um decreto legislativo para sustar esse parágrafo único. Nós dissemos: “não!”. Vai regular por decreto, mas desde que tenha teto. E, estabelecemos um teto aqui em comum acordo com a Assembleia e com a Procuradoria Geral do Estado. Alguém está ganhando dinheiro em cima do sacrifício dos servidores públicos”, disse o parlamentar.

Edvaldo Magalhães foi um dos autores da emenda, ao projeto de lei enviado pelo governo na época, que cria um limite para a concessão dos empréstimos. Ele pontuou que a discussão era justamente para evitar o que realmente aconteceu.

O governo passou a adotar outro limite, quando incorporou o cartão Avancard, da Fênix Software, com juros ao mês de 5.5%, para além da margem já prevista.

Leonildo Rosas

Related Posts

Edvaldo destaca criação de sindicato das empresas da construção civil no Vale do Juruá

Edvaldo destaca criação de sindicato das empresas da construção civil no Vale do Juruá

Governador manda PL à Aleac extinguindo o Igesac e cria quadro especial para servidores

Governador manda PL à Aleac extinguindo o Igesac e cria quadro especial para servidores

”O Brasil está abandonado”, diz Leo de Brito em discurso na Câmara dos Deputados

”O Brasil está abandonado”, diz Leo de Brito em discurso na Câmara dos Deputados

Edvaldo Magalhães volta a sair em defesa dos aprovados do cadastro de reserva da PMA

Edvaldo Magalhães volta a sair em defesa dos aprovados do cadastro de reserva da PMA

No Comment

Deixe uma resposta