Edvaldo Magalhães destaca atuação do promotor Iverson Bueno e do procurador Sammy Barbosa junto à Gol

Edvaldo Magalhães destaca atuação do promotor Iverson Bueno e do procurador Sammy Barbosa junto à Gol

Assessoria

Na sessão online desta terça-feira, 8, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) destacou a atuação do Ministério Público do Acre (MPAC), através da Promotoria de Defesa do Consumidor de Cruzeiro do Sul, junto à empresa Gol Linhas Aéreas para o retorno dos voos para atender o município. O parlamentar lembrou o trabalho do promotor de Justiça Iverson Bueno e do procurador, Sammy Barbosa.

“Quero aproveitar o pequeno expediente para fazer um reconhecimento público, um elogio à ação do Ministério Público em Cruzeiro do Sul, através do promotor Iverson Bueno, que é conhecido de todos aqui da Assembleia, que no final do ano passado fez uma apresentação, com a orquestra ‘Os garotos do Sótão’. Promotor também que cuida da defesa do consumidor, fez um trabalho que merece o nosso reconhecimento. Uma cidade como Cruzeiro do Sul, que tem uma dinâmica econômica que depende de um transporte mais rápido, ficou sem esse benefício. E aqui o elogio é pela postura diferenciada”, disse o parlamentar ao comentar a ação movida pelo MPAC em desfavor da Gol.

Edvaldo Magalhães lembrou que “nessas horas não basta apenas uma recomendação, porque eles não te ouvidos para recomendações, não basta notificações, mas a promotoria de Cruzeiro do Sul endureceu com a Gol. Primeiro uma multa de R$ 300 mil e depois aumentou para R$ 500 mil. A partir do endurecimento do jogo, a Gol vai retomar os voos a partir do próximo mês” com 4 voos semanais, ampliando para 7 voos semanais a partir de novembro.

Cartão Avancard
O parlamentar lembrou ainda a discussão da última semana, que tratou sobre o cartão Avancard. “A nossa audiência comprou a fraude, o abuso, comprovou a agressão à legislação. O decreto burla a própria lei aprovada por este Parlamento. Estamos oficiando a promotora Alessandra Garcia Marques para que o MPAC possa agir e possa impedir que os servidores públicos sejam lesados, com juros abusivos e com a subtração de suas margens”.

Leonildo Rosas

Related Posts

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

No Comment

Deixe uma resposta