Digital influencer de Manaus pede para “extinguir a porra do Acre” e ‘toma pisa’ no Instagram

FOLHA DO ACRE A digital influencer da cidade de Manaus, Emile Cazemiro, foi duramente criticada nas redes sociais após dizer que “o Acre não existe” e sugerir a extinção do estado do território brasileiro enquanto Manaus perdia uma votanção para Rio Branco na rede social Instagram.

Tudo começou após a empresa Vintage Culture sugerir uma votação para escolher em qual cidade seria o próximo evento da track, rave eletrônica que atrai público jovem em várias capitais do país.

A votação era pra escolher se o evento seria realizado no Acre ou Amazonas. Como o Acre estava vencendo a eleição, Emile gravou um storie pedindo para os amazonenses não deixarem Rio Branco vencer.

“Gente, eu não consigo aceitar isso. Estamos perdendo para um estado que nem existe. O Acre não existe. Quero uma edicação da track em Manaus”, publicou a jovem.

Em seguida, após ser duramente criticada nas redes sociais após sua declaração polêmica e preconceituosa, Emile disse que iria processar “todo mundo até extinguir a porra do Acre”.

Os acreanos não deixaram barato. A digital influencer Juliana Vellegas usou seu Instagram para convocar seus seguidores da rede social no Acre para rebaterem as declarações de Emile e fazer com que a Vintage trouxesse para o estado uma da maiores raves do Brasil.

“Uma menina lá de Manaus disse que o Acre não existe. Vamos lá, votar? Vamos comentar que queremos o evento track no Acre”, diz Juliana.

Após a confusão, o Vintage confirmou que Rio Branco venceu a votação onde 63% dos votantes escolheram a capital acreana como o palco do próximo mevento track.

Já a digital influencer de Manaus retirou seus stories do ar após receber ínumeras mensagens rebatendo suas declarações preconceituosas.

REDACAO

Deixe uma resposta

Next Post

Gladson e secretário da Educação convidam para inauguração de escola inaugurada há 50 anos, em Cruzeiro do Sul

qui set 26 , 2019
Sem nada no seu governo para mostrar, o governo Gladson Cameli continua lambuzando os prédios […]
%d blogueiros gostam disto: