Cameli perde mais uma; Justiça do Trabalho, em Porto Velho, derruba eleição para o Sindicato dos Gráficos

Sempre querendo servir a quem está no poder, o jornal A Tribuna, do dia 23 de fevereiro, trouxe a seguinte manchete: “Governo tem primeira vitória em eleição empresarial”.

Como a manchete deixa claro, o governo jogou pesado para tirar José Afonso Boaventura, o Choncha, da presidência para colocar a aliada Jaqueline Oliveira.

A vitória, que foi eivada de atropelos estatutários, não resistiu ao primeiro sopro de questionamento judicial.

Hoje, por 7 voto a 0, pleno da Justiça do Trabalho, em Porto Velho, derrubou o resultado.

Jaqueline Oliveira não perdeu.

A derrota é Cameli. É do governo.

Essa é a terceira derrota do rapaz nas eleições empresariais.

Ele apoiou outros candidatos para a direção no Sebrae e na Federação das Indústrias do Acre.

Perdeu nas duas.

Sinceramente, se quer fazer um governo com todos e para todos, com visão de futuro, Cameli deveria parar de intervir nas instituições privadas.

E respeitar o resultado das urnas.

A eleição dos Gráficos deixou uma péssima impressão da forma como o governo pretende agir.

Faz bem aprender com as derrotas.

Deixe uma resposta

Next Post

Ano letivo começa, mas as aulas não

ter mar 19 , 2019
Após adiar o início do ano letivo de 11 de março, para 18 do mesmo […]
%d blogueiros gostam disto: