Cameli não cansa de passar vergonha.

De fazer firulas com a verdade, a fim de ludibriar a quem nele acredita.

De vender roupa de brechó, como se fosse de butique chique.

O rapaz pegou a estrada, foi a Brasileia anunciar o que já existe há cinco anos.

Acompanhando do seu secretário de Educação, Mauro Sérgio, Cameli entregou à prefeita Fernanda Hassem o termo de cessão do Ginásio Poliesportivo Eduardo Lopes Pessoa.

O que poderia ser um gol de placa, se tornou um gol contra.

A cessão foi formalizada no dia 15 de abril de 2014.

Foi assinada pelo secretário Pelezinho Lopes e o então prefeito Everaldo Gomes.

Como parlamentar, Cameli foi apelidado de senador Jacamin.

Pelo jeito, na condição de governador, continua gostando de criar os filhos alheios.