Bolsonaro diz que Trump ‘não é a pessoa mais importante do mundo’

Bolsonaro diz que Trump ‘não é a pessoa mais importante do mundo’

Na manhã desta sexta (6), candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, passou o republicano na Pensilvânia e na Geórgia, dois estados que podem definir a disputa.

Por Caroline Borges e Joana Caldas, G1 SC

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (6), em Florianópolis(SC), que Donald Trump “não é a pessoa mais importante do mundo”. Nesta manhã, o democrata Joe Biden passou o republicano em mais dois estados considerados chave para definir quem será o próximo presidente dos Estados Unidos — Pensilvânia e Geórgia. 

“Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo diz. A pessoa mais importante é Deus, a humildade tem que se fazer presente entre nós”, disse.

Bolsonaro torce pela reeleição de Trump. As projeções da imprensa americana, entretanto, têm apontado que Biden está mais próximo de vencer a disputa. Até as 13h, o resultado das eleições nos EUA ainda estava sendo apurado (acompanhe a apuração em tempo real aqui). 

O democrata lidera em 3 dos 5 estados ainda em aberto – Georgia, Nevada e Pensilvânia. Se vencer em qualquer um desses 3, atinge os 270 votos no Colégio Eleitoral necessários para ser sagrado o novo presidente dos EUA. 

Para conseguir se reeleger, Trump precisa reverter o resultado nos três estados e ainda ganhar na Carolina do Norte.

Veja a matéria completa aqui.

Leonildo Rosas

Related Posts

VÍDEO: Policiais comemoram a morte de Lázaro Barbosa

VÍDEO: Policiais comemoram a morte de Lázaro Barbosa

Lázaro é morto durante troca de tiros na mata, diz polícia

Lázaro é morto durante troca de tiros na mata, diz polícia

Bolsonaro promulga exigência de publicação de editais na imprensa escrita

Bolsonaro promulga exigência de publicação de editais na imprensa escrita

Para evitar depoimento em CPI, governadores decidem recorrer ao STF

Para evitar depoimento em CPI, governadores decidem recorrer ao STF

No Comment

Deixe uma resposta