Auriculoterapia

É possível que você já tenha visto por aí pessoas com pequenos esparadrapos espalhados pelas orelhas. A prática nada mais é que auriculoterapia, parte importante da Medicina Tradicional Chinesa, que vem sendo atualmente e foi oficializada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma terapia de microssistema. É um método que conseguiu impor-se pelos excelentes resultados obtidos e por ser pouco invasivo, o que faz com que seja bem aceito pelos pacientes. Oitenta doenças podem ser tratadas com auriculoterapia, de forma independente ou atreladas ao tratamento clinico convencional, feito por médico especialista e com uso de remédios.

Como funciona

Consiste na estimulação mecânica de pontos específicos da orelha como forma de aliviar dores e/ou tratar problemas físicos e psíquicos. Além disso, pode ajudar a diagnosticar doenças através da observação de alterações nestes pontos.

Se você não sabe ou nunca observou, a orelha tem o mesmo formato de um feto invertido e é extremamente enervada. O pavilhão auricular é considerado uma parte muito importante do corpo humano por constituir um microssistema, podendo refletir todas as mudanças fisiopatológicas dos órgãos e vísceras, dos membros, tronco, dos tecidos e dos órgãos dos sentidos. Quando se produz um estado patológico em qualquer parte do corpo humano isto é refletido na orelha. Por isso a auriculoterapia consiste na estimulação dos pontos da orelha que correspondem a partes específicas do nosso corpo.  

Cuidando de quem cuida

Em Rio Branco, a auricoloterapia é oferecia em vários postos de saúde, para tratamentos específicos como obesidade e alcoolismo. Se você se interessou pelo tema, procure um posto e se informe mais sobre o assunto. 

Em Rio Branco, um programa oferecido no setor de nefrologia da Fundação Hospitalar oferece a técnica para acompanhantes de pacientes de hemodiálise. O programa Cuidando de quem cuida foi pensado pela psicóloga, Eunice Carvalho, que juntamente com outros colegas o executam as quintas-feiras no local. Como é um programa voluntário, o material utilizado no tratamento é adquirido pela equipe. Portanto, se você quiser e puder colaborar, eles aceitam doações e esparadrapos, sementes e tudo mais utilizado na técnica. 

Atendimento particular

Há também profissionais que atendem pacientes particulares. Infelizmente, não consegui muitos contatos, mas deixo aqui pra vocês pelo menos duas profissionais que atuam com a prática e são bem conceituadas no meio. A fisioterapeuta Joyce é uma delas. Você pode obter mais informações no telefone 99908-3870. Tem também a psicóloga Cibele que atende no telefone 99911-8920.

Treinamento de força X câncer de mama

Falar sobre treinamento de força, a popular musculação, e câncer de mama ao mesmo tempo parece ser um absurdo, mas não é. Os efeitos colaterais do câncer, entre outros, estão na diminuição da força muscular, na diminuição da composição corporal e na fadiga crônica. Estes podem persistir por anos após o termino do tratamento e é aí que entra a atividade de musculação.

O exercício entra como um poderoso aliado no tratamento contra o câncer de mama. Os benefícios desta atividade vêm sendo investigados pelos cientistas e tem apresentado resultados satisfatórios. Por isto a musculação é uma alternativa interessante de terapia não farmacológica. Lembrando que cada caso é um caso e sempre deve haver acompanhamento médico quando se trata de ações de saúde.

Body pump

A Via Academia realiza nos dias 19 e 20 deste mês treinamento de atualização e reciclagem em Body Pump. As aulas serão ministradas por ninguém menos que Fabrício Souto, bam-bam-bam no assunto. Além dos professores da Via, público alvo prioritário do evento, podem participar também profissionais de outras academias. As inscrições podem ser feitas no seguinte endereço: www.lesmills.com/br

Body Pump II

A prática queridinha do momento nasceu na Nova Zelândia e mistura ginastica com pesos em movimentos sincronizados com música. Entre seus maiores benefícios estão o gasto calórico e a melhoria da resistência, da força e da postura. O Body Pump pode ser realizado em vários níveis condicionamento, o que possibilita que pessoas das mais várias condições físicas possam participar das aulas e ir ao longo da prática aumentando seu potencial. 

Veja o que rolou no fim de semana

No sábado, a pedida foi o aulão de boxe chinês com o hexacampeão brasileiro na modalidade, o mestre Adgeferson. Muita gente foi até o Arena da Floresta participar do evento e levar sua contribuição para as crianças. A festa de entrega dos brinquedos acontece no próximo sábado, no bairro da Sobral, onde Adgeferson cresceu e mantém até hoje vínculo com aquela comunidade. 

E no final de semana aconteceu também o I circuito Capital – Acre Fight de Jiu-Jitsu, no Ginásio do Sesi. Lutadores de todo o Acre, do Rio de Janeiro e do Amazonas se enfrentaram e fizeram do evento um dos melhores já vistos no Estado, tanto em nível técnico quanto em organização.  

A equipe RFTEAM, comandada pelo mestre Rivelino Souza, sagrou-se a campeã do evento, com larga vantagem, mostrando sua hegemonia no Jiu-jitsu acreano. Parabéns aos competidores.

Deixe uma resposta

Next Post

Mesa diretora da Aleac decidiu que não aceitará versão 2.0 da LDO; Edvaldo Magalhães desmascara tapetão legislativo

qua out 9 , 2019
https://youtu.be/omxE5WsDXNs A sessão de hoje foi uma das mais tensas do ano na Assembleia Legislativa […]

You May Like

%d blogueiros gostam disto: