Atraso na entrega da ponte sobre o Rio Madeira, em Rondônia, poderá ser investigado pelo MPF

Atraso na entrega da ponte sobre o Rio Madeira, em Rondônia, poderá ser investigado pelo MPF

Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão no Acre encaminhou representação pedindo apuração do caso

Uma representação para que sejam investigadas as causas na demora da finalização e entrega das obras da ponte sobre o rio Madeira, no distrito de Abunã, em Rondônia, foi encaminhada ao Ministério Público Federal (MPF) daquele estado pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão no Acre.

Segundo o procurador responsável pela representação, Lucas Costa Almeida Dias, pessoas que se deslocam por via terrestre para o Acre, em especial a população acreana, são penalizadas pela dificuldade no desenvolvimento econômico do Acre e de outras regiões afetadas, e a não existência da ponte aumenta as despesas com transporte e dificulta o acesso turístico e comercial da região, já que aumenta o custo e o tempo decorrido para o transporte de pessoas e produtos na região.

Apesar do término das obras previsto para 2017, e das diversas promessas feitas pelo Governo Federal com datas para a finalização, ainda não se tem certeza sobre o término efetivo da obra, nem quanto de verba pública ainda será gasto para isso, sendo que até o momento, os valores aplicados na obra já extrapolaram em muito o orçamento previsto.

A representação deverá ser recebida por membro do MPF que atua na área de Direitos Sociais e Atos Administrativos em Geral em Rondônia, que avaliará as medidas que entender cabíveis para o caso.

Leonildo Rosas

Related Posts

Incra tem 10 dias de prazo para esclarecer ao MPF sobre exigências de vestimentas para acesso à sede no Acre

Incra tem 10 dias de prazo para esclarecer ao MPF sobre exigências de vestimentas para acesso à sede no Acre

Atuação do MPAC garante retomada de voos da Gol para Cruzeiro do Sul

Atuação do MPAC garante retomada de voos da Gol para Cruzeiro do Sul

Liminar impede deportações compulsórias e outras medidas contra migrantes no Acre

Liminar impede deportações compulsórias e outras medidas contra migrantes no Acre

MPF, DPU e entidade de Direitos Humanos acionam Justiça Federal para cessar violação de direitos de migrantes no Acre

MPF, DPU e entidade de Direitos Humanos acionam Justiça Federal para cessar violação de direitos de migrantes no Acre

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h