Afiliada da TV do bispo Edir Macedo no Acre tira programa do ar, suspende contratos e diminui carga horária de profissionais

Afiliada da TV do bispo Edir Macedo no Acre tira programa do ar, suspende contratos e diminui carga horária de profissionais

Jornalistas, cinegrafistas e demais funcionários da TV Gazeta, retransmissora da Rede Record no Acre, foram surpreendidos por uma notícia radical comunicada pelos dirigentes da afiliada da emissora do bispo Edir Macedo no Estado.

Os profissionais foram informados que, diante da crise provocada pela pandemia do coronavírus, a emissora vai tirar do programas históricos, como o Gazeta em Manchete.

Também deixarão de ser veiculados os programas Gazeta Entrevista e Geração Gazeta. 

A decisão foi tomada, segundo um funcionário que entrou em contato com o Portal, porque os anunciantes sumiram.

Sem a maioria da programação local, os contratos dos funcionários foram suspensos e tiveram cargas horárias reduzidas até ulterior deliberação. “Ficaram somente três repórteres. O restante foi mandado para casa”, disse a fonte.

Com os contratos suspensos, a emissora pagará apenas 30% dos salários dos profissionais. O restante será coberto pelo o que preconiza a legislação trabalhista.

A medida surpreende porque a TV Gazeta é um dos braços empresarias do Grupo Recol, que é o maior do Estado.

Também é de propriedade da família de um dos sócios da empresa de comunicação PWS, que recentemente ganhou, por dispensa de licitação, um contrato de R$ 1,2 milhão com a Secretaria de Estado de Comunicação.

Outros veículos de comunicação devem seguir o mesmo caminho.

Há pouco tempo, a TV Acre, afiliada da Rede Globo, demitiu vários profissionais. E não havia pandemia.

Leonildo Rosas

Related Posts

Com três semanas de atraso, o governador descobriu que o problema é manter supermercados fechados

Com três semanas de atraso, o governador descobriu que o problema é manter supermercados fechados

Pedir desculpa não tira peia, governador! Mande apurar responsabilidades por agressões a trabalhadores

Pedir desculpa não tira peia, governador! Mande apurar responsabilidades por agressões a trabalhadores

Com a construção civil estagnada, governo Gladson comemora 40 empregos em obra do governo passado

Com a construção civil estagnada, governo Gladson comemora 40 empregos em obra do governo passado

Seinfra gasta quase R$ 8 mil em câmera fotográfica para fotografar obras inexistentes

Seinfra gasta quase R$ 8 mil em câmera fotográfica para fotografar obras inexistentes

No Comment

Deixe uma resposta