A pedido de Edvaldo Magalhães, Assembleia vai realizar audiência para tratar a respeito do cadastro de reserva da PMAC

A pedido de Edvaldo Magalhães, Assembleia vai realizar audiência para tratar a respeito do cadastro de reserva da PMAC

Assessoria

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) conseguiu aprovação do requerimento dele que vai proporcionar a realização de uma audiência pública para tratar a respeito do cadastro de reserva da Polícia Militar e o aproveitamento dos candidatos pelo Corpo de Bombeiros. A data da audiência será definida na próxima terça-feira, 13.

O requerimento, que visa convocar os comandantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, secretários de Estado, e o procurador-geral do Estado João Paulo Setti, foi aprovado por unanimidade na sessão de ontem (7).

Edvaldo Magalhães apresentou um anteprojeto de lei que permite o aproveitamento do cadastro de reserva não convocado pelo governo do Estado para atuar junto ao Corpo de Bombeiros Militar. A medida precisa ser acatada pelo Poder Executivo e remetida à Assembleia Legislativa no formato de projeto de lei, isso porque os deputados estaduais não podem apresentar matérias que onerem a máquina pública. Ou seja, é de competência do governo do Estado.

“Não podemos desistir de lutar pelos sonhos desses homens e mulheres que querem servir ao Estado. Lutar pela contratação, é também lutar pela Segurança Pública do Acre”, disse o parlamentar.

O parlamentar destacou que um debate a respeito do quantitativo real de vagas disponíveis tanto na Polícia Militar quanto no Corpo de Bombeiros é necessário. Ele mencionou que todos os dias o Diário Oficial do Estado (DOE) traz publicações de integrantes das corporações indo para reserva remunerada. Nesse aspecto, abre a possibilidade da contratação de novos integrantes, isso porque eles seriam contratados em vagas em vacância, o que não causaria conflito com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Precisamos debater melhor isso e saber qual o real quantitativo de vagas disponíveis na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros. Todo dia o Diário Oficial apresenta integrantes indo para a reserva remunerada. A audiência vai ajudar a esclarecer isso”, pontua.

Leonildo Rosas

Related Posts

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Bocalom volta atrás e revoga decreto sobre abertura das igrejas e templos religiosos

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Denúncia contra Marcus Alexandre visa encobrir casos de corrupção no governo de Gladson

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Daniel Zen cobra explicações sobre novo escândalo na Secretaria de Educação

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

Leo de Brito pede extinção de auxílio de saúde e alimentação para parlamentares

No Comment

Deixe uma resposta