TV Espinhosa: obra de R$ 300 milhões do Centro Administrativo tem que ser acompanhada pelos órgãos de controle

TV Espinhosa: obra de R$ 300 milhões do Centro Administrativo tem que ser acompanhada pelos órgãos de controle

Olá, meu amigo!

Olá, minha amiga!

Publiquei no www.portaldorosas.com.br uma matéria que considero relevante e que merece atenção dos órgãos de controle.

Falo do anúncio da construção do Centro Administrativo pelo governo do Estado.

Não há qualquer questionamento sobre a necessidade da obra.

O ex-governador Tião Viana chegou a dar passos para que isso acontecesse, mas seria num formato diferente.

O governo não desembolsaria um real, porque o Centro seria construído pela iniciativa privada.

O projeto não andou.

Agora voltou noutro formato.

O problema nessa empreitada do governo Gladson Cameli parece outro.

Como eu publiquei no Portal do Rosas, há indícios de que a licitação vem com cartas marcadas.

O próprio governador publicou fotografias no Instagram com representantes da empresa, o que abre margem para todo tipo de interpretação.

Não é uma obra de valor qualquer.

Custará, inicialmente, trezentos milhões de reais.

A empresa que caminha para vencer a licitação, marcada para o próximo dia treze de janeiro, é de São Paulo.

Segundo funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Regional, representantes da empresa estão dando pressão para correrem com o projeto.

Numa coisa dessas, é imperioso que haja mais transparência.

Por isso, uma obra dessa magnitude tem que ter acompanhamento dos ministérios público estadual e federal, pois envolve recursos públicos da duas instâncias.

É inaceitável que haja qualquer indício de irregularidade.

Pelo Brasil a fora há exemplos de escândalos envolvendo obras desse tipo.

Em Minas Gerais, o ex-governador e atual deputado federal Aécio Neves, do PSDB, foi indiciado pela Polícia Federal, junto com mais dez pessoas, por ilegalidades nas obras do Centro Administrativo daquele estado.

Inicialmente, a construção da Cidade Administrativa foi orçada em R$ 900 milhões. O Tribunal de Contas do Estado afirma que o custo da obra passou de R$ 1,8 bilhão.

Pelo menos um dos indícios de ilegalidade encontrado no governo de Aécio Neves está explícito nos trâmites do processo no Acre.

Trata-se do possível direcionamento da empreiteira que tem tudo para ganhar a licitação, se os órgãos de controle não agirem.

Outra localidade onde a construção de Centro Administrativo parou na Justiça foi no Distrito Federal.

Construindo em 2014, pelo então governador petista Agnelo Queiroz, o Centro até hoje não foi ocupado.

Segundo o Ministério Público, o prédio não possui os documentos necessários para a ocupação.

Agnelo Queiroz, que excluiu a necessidade do documento para o prédio, foi condenado definitivamente por improbidade administrativa.

Os exemplos vêm de fora.

Será que o governador irá correr o risco?

Será, também, que os órgãos de controle ficarão esperando a licitação acontecer para agir?

Amanhã a gente fala sobre eleição.

Não dá para ficar omisso quando vemos o que pode acontecer com o dinheiro público.

Só para lembrar, foi no Portal do Rosas que as primeiras vieram à tona os primeiros escândalos no atual governo.

Quem lembra da Murano Construções?

O Portal do Rosas denunciou o escândalo no Depasa, onde o então diretor-presidente pagou mais de meio milhões de reais à empresa da sua família.

Foi preso.

Outro esquema denunciado foi o da compra de computadores superfaturados pela Secretaria de Estado de Educação e Esporte.

O Tribunal de Contas do Estado comprovou o superfaturamento de quase três milhões de reais.

Fui?

Forte abraço.

Leonildo Rosas

Related Posts

TV ESPINHOSA – Aconteceu o esperado: Bolsonaro provou que não tem prova contra urna eletrônica

TV ESPINHOSA – Aconteceu o esperado: Bolsonaro provou que não tem prova contra urna eletrônica

TV ESPINHOSA – Chegou a semana de Bolsonaro provar a fraude na urna eletrônica. Será que conseguirá?

TV ESPINHOSA – Chegou a semana de Bolsonaro provar a fraude na urna eletrônica. Será que conseguirá?

TV ESPINHOSA – O que está faltando para as forças progressistas abraçarem a candidatura de Jenilson Leite ao governo?

TV ESPINHOSA – O que está faltando para as forças progressistas abraçarem a candidatura de Jenilson Leite ao governo?

TV ESPINHOSA – É sério: Gladson pode ser reeleito por se apresentar como um sujeito “legal”.

TV ESPINHOSA – É sério: Gladson pode ser reeleito por se apresentar como um sujeito “legal”.

No Comment

Deixe uma resposta