Vídeo: Há os que fazem questão de mostrar, outros de esconder; é bom saber com quem o seu candidato anda

Vídeo: Há os que fazem questão de mostrar, outros de esconder; é bom saber com quem o seu candidato anda

Ei, você!

Você que acompanha os movimentos políticos do nosso Estado, em particular em Rio Branco.

Por um acaso já parou para refletir sobre como os aliados de cada candidato a prefeito estão sendo utilizados?

Falo sobre as lideranças que supostamente podem influenciar voto.

Eu decidi falar sobre isso, por considerar importante saber com quem a pessoa que pretende governar a capital acreana anda.

Afinal, dize-me com quem andas, que direi quem tu és.

Tem uns que fazem questão de mostrar.

Outro de esconder.

Começo falando sobre o professor Minoru Kinpara, apontado como o líder nas pesquisas.

É sabido pelo Acre inteiro que a candidatura de Kinpara foi gestada na cabeça do vice-governador Wherles Rocha.

Mas, estranhamente, Rocha não aparece na campanha do professor?

Por que será mesmo?

Seria para tirar o ranço e o espirito brigão da campanha do tucano?

Minoru é perito em esconder o que realmente é.

Ele não teria a projeção politica se não tivesse sido apoiado pelos presidentes da República e parlamentares petistas, no período em que foi reitor da Universidade Federal do Acre.

Só que ele nega.

Além de esconder o seu mentor, agora tenta até mudar a voz.

Sim, a voz!

Se olharmos o seu material no rádio e na TV, ele tenta empostar uma voz que não é a sua.

Quer falar grosso.

Usa estilo durão que não é o seu.

Observe.

Quem esconde aliado, não está bem intencionado.

Quem muda até a voz, pode mudar muita coisa depois de eleito.

Se Minoru dá sinais de esconder o seu tutor politico, o mesmo não se pode dizer de Tião Bocalom.

Ai a situação é inversa.

O verdadeiro Bocalom, turrão e que exala ódio pelos poros, está sendo vendido como um homem de paz e amor.

Bocalom se apresenta como um macaco de auditório, pulando e fazendo mugango.

Segue à risca o roteiro traçado pelo seu líder, o senador Sérgio Petecão.

E tem dado certo essa nova versão do homem da vaca mecânica.

Resta saber até quando terá esse comportamento tão dócil.

Pau que nasce torto…

Quem deu um tiro completamente errado foi o deputado Roberto Duarte.

Primeiro, tentou colar a sua imagem na do presidente Jair Bolsonaro.

Não deu certo.

Agora, vincula a sua campanha ao senador Marcio Bittar.

Continua estagnado.

Marcio Bittar é senador por obra do acaso.

Não tem laços com o povo acreano.

Ambos estão prometendo o irrealizável.

Ou alguém acredita que Bittar tem tanto prestígio para derramar dinheiro em Rio Branco caso Duarte seja eleito?

Vamos falar da única mulher na disputa.

Herdeira de um mandato conquistado pelo petista Marcus Alexandre, a prefeita Socorro Neri enxotou os partidos de esquerda do seu lado.

Não queria se queimar com esse tipo de gente.

Quem ela não enxotou, foi convertido ao carguismo.

É aquela velha história dos carguistas:

“Eu preciso sobreviver”.

Numa aliança estranha Socorro Neri, tratou de se aproximar do governador Gladson Cameli.

É a tal história de confiar na força das máquinas.

Ocorre que parece que o maquinário demonstra estar emperrado.

As recentes operações da Polícia Federal talvez tenham influenciado na falta de combustível.

Socorro Neri vive um momento difícil na campanha.

Provavelmente nem chegue ao segundo turno, o que seria uma tragédia.

Até agora, Gladson Cameli não entregou o que prometeu entregar.

Nem os cargos comissionados seguem a orientação do governador para votar na prefeita.

Recentemente, teve um articulador políticos do governador que cobrou que o secretário de Saúde fizesse visita a cerca de seis mil pessoas que foram submetidas a cirurgias na rede pública estadual.

As visitas não seriam para perguntar o estado de saúde dos cirurgiados, mas para pedir voto à prefeita.

É cada uma.

Só podia ter partido de um neo-direitista, que durante anos se vendeu como comunista.

Esse tipo de atitude demonstra desespero.

Na verdade, nem Gladson vota em Neri, pois o seu domicílio eleitoral é em Cruzeiro do Sul.

A situação chegou a tal ponto, que a prefeita desfila em carro aberto com o ex-comandante da Polícia Militar Ulisses Araújo, um radical defensor de toda a qualquer politica conservadora.

As coisas mudam.

E como mudam.

Deixei para falar por último sobre o petistas Daniel Zen.

Aparentemente sem grandes chances de chegar ao segundo turno, ele tem ao seu lado os três melhores prefeitos da história da capital.

Estão com Daniel Zen os ex-prefeitos Jorge Viana, Raimundo Angelim e Marcus Alexandre.

Mas o apoio de peso não é sinal de voto nas urnas.

Serve para demarcar terreno e revelar quem está com quem.

O PT, que ganhou quatro mandatos seguidos em Rio Branco, chega em 2020 sem a força que outrora teve.

Ocorro que, se alguns escondem ou fingem ser o que não são, o petista tem o mérito de mostrar o que realmente é.

Sinceramente, gosto de quem age com transparência.

A bem da verdade, Minoru deveria mostrar mais o Rocha.

Tião Bocalom deixar de ser ventríloquo de Petecão.

Roberto Duarte assumir a sua real personalidade e não se ancorar nas inverdades de Marcio Bittar.

Quanto à prefeita Socorro Neri, ela tem que assumir que, de forma indireta, casou a sua campanha com o conservadorismo.

Tudo seria melhor se os políticos não escondessem o que realmente são.

Você não acha?

Falando em conservador, alguém sabe como estão os evangélicos nas eleições deste ano?

Leonildo Rosas

Related Posts

Alto Acre faz um novo empate contra o conservadorismo; será que o governador vai contratar novos PMs?

Alto Acre faz um novo empate contra o conservadorismo; será que o governador vai contratar novos PMs?

Isolado por aliados, Gladson pode encontrar salvação do governo na oposição

Isolado por aliados, Gladson pode encontrar salvação do governo na oposição

Gladson diz não precisar da política, mas será que a política precisa dele? Personagem de Missão Impossível recusa ajuda a  Socorro Neri

Gladson diz não precisar da política, mas será que a política precisa dele? Personagem de Missão Impossível recusa ajuda a Socorro Neri

Números não mentem: Gladson abandonou a noiva no altar; resultado em Rio Branco confirma força de Petecão

Números não mentem: Gladson abandonou a noiva no altar; resultado em Rio Branco confirma força de Petecão

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h